Monday, May 22, 2006

COGITO ERGO SUM



"Todos somos vítimas da exacerbação do ego"

"É uma homenagem pessoal que o sol me faz pessoalmente", sente-se tentado a pensar o senhor Palomar, ou antes, o eu egocêntrico e megalómano que nele habita. Mas o eu depressivo, ou masoquista, que coexiste com o outro no mesmo invólucro, objecta: "Todos aqueles que têm olhos podem ver este reflexo que os segue; a ilusão dos sentidos e da mente mntém-nos sempre a todos os prisioneiros". Intervém então um terceiro inquilino, um eu mais imparcial: "De qualquer modo, quer dizer que eu pertenço ao grupo dos sujeitos sensíveis e pensantes, capazes de estabelecerem uma relação com os raios solares e de interpretarem e avaliarem as percepções e ilusões".
Italo Calvino, Palomar

1 Comments:

Blogger Marvin the Paranoid Android said...

"Todos somos vitimas da exacerbação do ego" uma frase que me fuzilou como que nem uma rolha de garrafa de champagne a bater no candelabro de vidro pendurado do tecto numa noite de festa, durante uma aula de história de arte contemporânea...

Não conhecia o senhor Italo Calvino nem a sua obra, mas posso afirmar que após ler o pequeno excerto aqui exposto já ganhou em mim um adepto!

2:32 PM  

Post a Comment

<< Home